segunda-feira, 2 de agosto de 2010

FIM DE INVERNO

Cai o sereno lá fora
O frio de inverno chegou
Pensando em você toda hora
Nem tudo entre nós terminou

Você me despreza por fora
Por dentro ainda me ama
Pensando em mim você chora
Porque o amor não lhe engana

Abra meu bem a janela
Trancada do seu sentimento
E deixe que saia por ela
O espirito do sofrimento

Volte me tire do inferno
Da angustia e da solidão
Faça o fim desse inverno
Aquece o meu coração

Hoje para mim é você
A flor que um dia eu plantei
Por mais que tente esquecer-me
A gente se ama eu sei

Diga também que me ama
Que nunca me esquecerá
Pois sou o teu fogo e a chama
Que nunca se apagará

Um comentário:

marcinha disse...

Esse poema expressa a solidãO e a carencia q o inverno faz brotar no fundo de cada alma...lindoooooo!!!Tamanha sensibilidade,só pode ser divina.