domingo, 2 de maio de 2010

MÃE

Bendita seja
Minha mãe, minha rainha
Sublime estrela
Luz do meu anoitecer
Tu és a santa
Que na vida mais adoro
Com sua benção quero ir
Quando morrer

Então morrendo
Minha mãe irei feliz
Ao lar supremo
Onde a vida vou viver
Mas quando um dia novamente
Aqui voltar
Desse seu ventre quero vir
A renascer

4 comentários:

Nilda disse...

OI RUBENS BOM DIA!!MEU DIA FICA MAIS LINDO AINDA LENDO SUAS LINDAS POESIAs AMEI BEIJOS DA AMIGA QUE MUITO TE ESTIMA NILDA!

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Parabéns pela homenagem. A Mãe é co-criadora da Criação.
Beijos amigo!

Rosana disse...

linda, perfeita homenagem
parabens;
bjoss.

Nilda disse...

LINDASSSSSSSSSS BEIJOS MEU AMIGO QUERIDO!