segunda-feira, 3 de agosto de 2009

QUE SAUDADE PAPAIZINHO

Que saudade papaizinho
Chega em mim e não desfaz
Corroendo esse meu peito
As vezes tirando a paz

Que saudade papaizinho
De criança aos braços teus
Ao ouvir-te sussurando
A pedir os beijos meus

Que saudade papaizinho
Da menina que brincava
Na pracinha da igreja
Quando feliz me levava

Que saudade papaizinho
Do teu jeito engraçado
Aceitando com ciúmes
Meu primeiro namorado

Que saudade papaizinho
Com tristeza digo agora
Por um dia ter me amado
Mas tão cedo foste embora

Que saudade papaizinho
Por viver hoje no além
Se com Deus tu me espera
Um dia irei também

6 comentários:

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Linda amigo! Como sentimos saudades das pessoas que fizeram feliz o nosso caminhar.Beijos!

elaine disse...

O que posso falar da Poesia Que Saudade Papaizinho ? ...lágrimas de emoção!!!!!! A veracidade é tão contundente que me reportei à minha infância feliz e aqui neste momento repetindo os seus versos meu amigo Rubens ....só tenho a dizer à você muito Obrigada !!!! Deus lhe proteja hoje e sempre com muita Luz e Inspiração !!!!!

Jane Andrea disse...

Só mesmo quem tem um grande coração para poder tocar fundo em outro coração. Muito precioso seu poema.
Grande abraço!!!

Rute disse...

Muito lindo!!Graças a Deus ainda tenho meu pai junto de mim. Mas imagino a falta que ele me fará quando Deus o chamar.Parabéns! E feliz dia dos pais.

Rosa disse...

Meu amigo, chorei, muito lindo, e sei, que era exatamente assim que o meu amado paizinho se sentia em relação a mim, sua única filha (mulher) tenho mais tres irmãos, e espero um dia realmente poder reencontrá-lo. Beijos meu amigo, e obrigada por nos presentear com tão linda poesia. Que Deus, nosso Pai eterno continue te dando inspiração.

Patricia disse...

Parabéns amigo seus poemas são de tamanha inspiração, lhe desejo sucesso sempre, abraços!