segunda-feira, 2 de junho de 2014

SEU REMEDIO

Ao estares nesta vida
Te sentindo na pior
Leia sempre meus poemas
Que tu sentirás melhor

E voltando a alegria
Depois de curar o tédio
Lembra amiga meus versinhos
Pois eu sou o seu remédio

Um comentário:

Joelina disse...

um belo blog, meu amigo poeta, belissimos poemas.