sexta-feira, 2 de outubro de 2009

PINGUINHO DE GENTE

Muito obrigada Jesus
Por esse pingo de gente
Que tu no amor construiu
Depois me deu de presente

Quando estou chateada
Vem ele me abraçar
Fazendo muita arruaça
Pois sua vida é brincar

Esse pinguinho de gente
É a minha alegria no lar
Seu mundo é de fantasia
Não deixa a bagunça faltar

Puxa a toalha da mesa
E deixa seu leite cair
Depois correndo para a sala
Tenta da bronca fugir

Ali temendo as palmadas
Grita socorro ao papai
Enquando não vem o auxilio
De traz da cortina não sai

Esse pinguinho de gente
Parece ter asas e não voa
Vive fazendo arruaça
Jogando sorriso a toa

4 comentários:

fabi disse...

ADOREI AMIGO


MUITO LINDO SEU POEMA

Jane Andrea disse...

Lindo Rubens! Me fez voltar no tempo!!!
Abraços!

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

"Pinguinho de Gente"! Ficou linda amigo. Como é bom quando eles ainda são crianças, correndo pela casa, trazendo-nos alegria.
Obrigada pela visita em meu Blog.
Um abraço!

Nilda disse...

OI RUBENS BOA TARDE!NOSSA QUE LINDO,AMEIPARECE QUE FOI ESCRITO PARA MEU NENEN DO CORACÂO.BEIJOS AMIGO QUERIDO.NILDA