terça-feira, 2 de junho de 2009

DEUS

Como um fluido estou
Na terra, ceú e no mar
Em todas as coisas pequenas
Que a por todo lugar

Também estou nesse solo
Que vem a chuva molhar
Fazendo com que a umidade
Faça a semente brotar

Assim estando a raiz
Irei crescer nesse chão
Doando-te folhas e frutos
O trigo para o seu pão

E sendo o seu alimento
Lhe ajudarei sustentar
Esse corpo sagrado
Que eu te dei a zelar

Então ao fim da jornada
Devera a mim devolver
A sua alma infinita
A qual farei renascer

Portanto aqui retornando
A um simples feto sutil
Crecerá com a inteligencia
Do meu fluido gentil

E na doação de um médium
Iras psicografar
Todas as minhas mensagens
Que os mentores ditar

Por fim serás o poeta
A inspirar energia
Mostrando a minha existencia
Nos versos de uma poesia

2 comentários:

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Boa tarde Rubens! Muito bem construida.O poeta se torna também um mensageiro das verdades divinas.
Beijos!

fabi disse...

BOA TARDE AMEI SEUS POEMAS ;;